Esclarecimento

Publicado em: 26/01/2021 21:01

A fim de tornar ainda mais transparente nossa comunicação e de garantir que a integralidade dos nossos posicionamentos sejam de conhecimento do público do voleibol, segue a resposta enviada pela CBV ao blogueiro Bruno Voloch, da Gazeta Esportiva, sobre a posição da CBV a respeito dos contratos firmados entre clubes e atletas da Superliga.

“A CBV lamenta, mais uma vez, ter sido procurada pelo Blog do Voloch APÓS o espaço ter publicado post atacando, como é de costume, nossa entidade.
Como externamos na última resposta, curiosamente editada pela Gazeta Esportiva de modo a evitar que o público se inteirasse da situação, o direito ao outro lado é premissa básica do jornalismo. Este deveria ser um dos pilares da Gazeta, que faz parte da Fundação Casper Líbero, organização que formou milhares de jornalistas ao longo das últimas décadas.
Se tivesse um pouco de vontade de aprender, em vez de atacar por motivos inconfessáveis, o blogueiro saberia que a CBV não tem jurisdição para fiscalizar contratos entre entidades de prática desportiva (clubes) e atletas.
O tipo de relação entre as partes deve ser discutida apenas entre empregador e colaborador. É evidente que a CBV entende que o cenário ideal é o da formalização de contrato (e seu cumprimento integral) em 100% dos casos.
Para evitar falhas no cumprimento das obrigações, a CBV exige anualmente um documento em que os atletas e comissão técnica atestam que os acordos foram honrados.
De qualquer forma, estamos abertos para discutir, com todos os stakeholders sobre o melhor caminho para que nenhuma  das partes seja prejudicada.
Mais uma vez, a CBV repudia o ataque cotidiano e contínuo deste blogueiro e reafirma sua disposição de esclarecer todo e qualquer caso, em respeito a nossa comunidade e à transparência que rege nossa gestão.”


Parceiros Oficiais