CBV lamenta falecimento de Antônio Carlos de Almeida Braga, o Braguinha

Publicado em: 12/01/2021 19:01

O voleibol brasileiro está em luto. Faleceu nesta terça-feira (12.01), em Portugal, um dos maiores incentivadores da modalidade no Brasil: Antônio Carlos de Almeida Braga, o Braguinha. O empresário faleceu aos 94 anos depois de marcar a história não só do vôlei, mas do esporte no país.

Segundo a família, o empresário estava com a saúde frágil e foi para Sintra, em Portugal, no ano passado, depois do início da pandemia. Ele passou mal na manhã de hoje e foi internado em um hospital, onde morreu. O velório e o enterro serão em Portugal.

O presidente da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV), Walter Pitombo Laranjeiras, o Toroca, lamentou. “O Braguinha foi um dos maiores repsonsáveis pela virada do vôlei, um dos grandes incentivadores que a nossa modalidade já teve”, disse Toroca.

O diretor-executivo da entidade, Radamés Lattari, também fez questão de deixar uma mensagem de apoio. “Braguinha foi fundamental para o vôlei brasileiro e deixo aqui o meu forte abraço a toda a família e amigos. Todos nós temos orgulho de tudo que ele fez pelo esporte e é uma perda enorme também de um grande amigo”, afirmou Lattari.

Atual técnico da seleção brasileira masculina de vôlei, Renan foi mais um da comunidade esportiva a lamentar o falecimento de Braguinha. “Ele era alguém que não só investia no esporte, no vôlei. Ele não era só o presidente da empresa. Era um mentor, um conselheiro, sempre à beira das quadras, acompanhando os treinamentos e querendo saber se precisávamos de algo a mais. Soube liderar pelo exemplo”, disse Renan.

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro


Parceiros Oficiais