Haírton Cabral apresenta análises e desafios da base no voleibol brasileiro

Publicado em: 18/06/2020 22:33

A quinta-feira (18.06) foi de muito estudo e troca de informações no 10º encontro virtual realizado pela Confederação Brasileira de Voleibol (CBV). O evento contou com profissionais reunidos virtualmente durante o isolamento social em função da pandemia da COVID-19. A noite foi de bate-papo com o treinador da seleção sub-20 feminina, Hairton Cabral. O encontro foi mediado pela gerente de seleções da CBV, Júlia Silva, e teve como tema “Análises e desafios: Propostas para base”.

 Hairton Cabral conversou com cerca de 130 profissionais sobre sua carreira, a evolução do vôlei ao longo dos anos, analisou o cenário atual do voleibol de base no mundo, explicou os desafios enfrentados pela base no Brasil e apresentou propostas para o futuro da modalidade. O técnico elogiou a oportunidade de encontros como o desta quinta-feira.

“Essa troca de experiências foi muito positiva. Vivi um momento único e tenho que parabenizar a CBV pela iniciativa. Trabalho com voleibol desde 1986 e meu contato com a base sempre foi muito forte. Estou muito otimista e temos uma geração sub-18 maravilhosa para nos mantermos entre os melhores do mundo”, disse Hairton Cabral.

O treinador também chamou a atenção para a importância dos fundamentos no voleibol de base, além de um trabalho em conjunto com a preparação física compatível com cada idade.

“O técnico de voleibol precisa entender o que acontece na preparação física da equipe. Além disso, a base do vôlei é um trabalho de excelência da manchete e a busca por um bom toque e um saque de qualidade. Esses são os alicerces do voleibol”, afirmou Hairton Cabral.

A gerente de seleções da CBV, Júlia Silva, agradeceu a participação do treinador Hairton Cabral.

“As histórias e a experiência do Hairton Cabral agregaram muito para todos os presentes. São 34 anos de experiência de um profissional que trabalha tanto com a base como com o adulto. Foi uma noite muito produtiva”, analisou Júlia Silva.

 A Academia do Voleibol já proporcionou outras nove reuniões virtuais neste sentido. O primeiro aconteceu no dia 28 de maio, e teve como tema “Gestão e preparação de equipe”, com o técnico da seleção brasileira masculina, Renan. No dia 2 de junho o técnico da seleção brasileira masculina de base de vôlei de praia, Robson Xavier, falou sobre a detecção de talentos e iniciação da modalidade.

No dia seguinte (03.06), aconteceu a apresentação de um trabalho científico feito por um grupo de profissionais envolvidos no voleibol de praia sobre “Paixão e estratégias de coping de atletas da modalidade no contexto nacional”.  Na quinta-feira (04.06), foi a vez de um bate-papo com o técnico da seleção brasileira feminina, José Roberto Guimarães, que teve como tema “Desafios da nova geração”.

Na terça-feira (09.06), o preparador físico Francisco Oliveira Neto apresentou um seminário sobre a preparação de atletas do vôlei de praia. E na noite de quarta-feira (10.06) o tema foi “Sistemas de Ataque 5:1 – Intenções Táticas”, trabalho realizado pelos professores Carlos Henrique Ribeiro Moreira, Fabiano Girotto Assis e Fernando Mendes Rabelo, produzido para o curso de treinadores Nivel IV da Universidade Corporativa do Voleibol (UCV).

Na quinta-feira passada (11.06), foi a vez de Giovane Gávio, técnico da seleção brasileira sub-21 masculina, levar conhecimento aos profissionais falando sobre o planejamento e a preparação técnica da equipe.  E, para iniciar a quarta semana, Kenji Sato, do Comitê Olímpico do Brasil (COB), palestrou sobre a importância do esporte na escola. Já na quarta-feira (17.06), o encontro virtual destacou as perspectivas para a formalização profissional do vôlei de praia.

 Nesta sexta-feira (19.06), um encontro descontraído entre alguns dos campeões olímpicos em Atenas 2004 vai contar um pouco dos bastidores desta conquista. Giba, Aderson, Dante, Nalbert e Gustavo Endres estarão ao vivo, às 20h, no canal da CBV no YouTube (http://youtube.com/voleibrasil1).  

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro


Parceiros Oficiais