CBV apoia pedido de adiamento dos Jogos de Tóquio

Publicado em: 21/03/2020 12:29

Prezando pela segurança máxima de todos os envolvidos com as seleções brasileiras de vôlei e pelo bem de todo o esporte brasileiro e mundial, a Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) apoia o pedido de adiamento dos Jogos de Tóquio, feito, neste sábado (21.03), pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB) em função do coronavírus (COVID-19).

A entidade que rege o esporte brasileiro pede ao Comitê Olímpico Internacional (COI) que o evento aconteça em 2021, no mesmo período agendado para 2020 – entre o fim de julho e a primeira quinzena de agosto.

“A CBV entende que, diante da pandemia que toma conta do mundo inteiro, não há condições para que o maior evento esportivo do planeta seja realizado. Sabemos do momento mágico que é uma edição dos Jogos, o quanto os atletas se preparam e esperam por isso, e, justamente visando ter uma competição no mais alto nível, como merecido, que concordamos que este não é o ano ideal”, disse o diretor executivo da CBV, Radamés Lattari.

Como parte do esforço de contenção da disseminação do vírus COVID-19, a Confederação Brasileira de Voleibol adiou e/ou finalizou suas competições e está trabalhando, por tempo indeterminado, em sistema de home office.

Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro


Parceiros Oficiais