CBV divulga sedes, fórmula de disputa e participantes da nova competição

Publicado em: 11/10/2018 19:20

A Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) divulgou nesta quinta-feira (11.10) os detalhes da disputa da primeira edição da Superliga C feminina. A competição substitui a extinta Taça Prata e serve como acesso à Superliga B, segunda divisão da principal competição nacional do vôlei, e acontece entre 22 e 27 de outubro em Pernambuco e no Paraná. Na temporada 2018, primeira da história, estarão disponíveis quatro vagas para o acesso.

A Superliga C feminina contará com a participação de 12 clubes espalhados em três sedes. Pelo formato definido para o torneio, os times serão divididos em quatro grupos. O campeão de cada grupo garantirá a vaga na Superliga B.

Em Recife (PE) serão seis equipes divididas em dois grupos. No A estarão Náutico Capibaribe (PE), Associação K2 (GO) e Associação Francana (SP). APCEF (DF), Flamengo (RJ) e Associação de Gestores Esp. Entretenimento (SP) formam o grupo B.

No Paraná duas cidades recebem a competição. Em Londrina (PR) jogam Marcelino Champagnata/Fel Londrina (PR), Maringá/Unifamma/Amavolei (PR) e Associação Nova Geração Pouso Alegre (MG). Outros três times estarão em Ponta Grossa (PR): Caramuru (PR), Chapecoense (SC) e Blumenau Vôlei Clube.

Todos os times jogarão entre si dentro dos respectivos grupos e os primeiros colocados estarão classificados para a Superliga B feminina 2019.

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro


Parceiros Oficiais