Cursos de Treinadores movimentam o país no começo de 2018

Publicado em: 21/12/2017 10:12

A ideia de disseminar e uniformizar o trabalho dos técnicos de todo o país vem sendo praticada pelas federações através da chancela da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV). O início de 2018 será movimentado por quatro edições do Curso Nacional para Técnicos de Voleibol, que já estão confirmados para Pernambuco, Santa Catarina, Pará e Bahia. 

O primeiro do ano será de 9 a 15 de janeiro, em Recife (PE), de Nível I. O curso será ministrado pelos técnicos Josenildo Carvalho e Edinilton Vasconcelos

Na sequência de janeiro, 16 a 22 de janeiro, no Pará. O curso vai ser realizado no Instituto Federal do Pará (IFPA), em Tucuruí. e será de Nível I. As aulas serão ministradas por Edinilton Vasconcelos e Caetano Rocha.

Depois, de 27 de janeiro a 3 de fevereiro será a vez de Vitória da Conquista, na Bahia, receber o curso de treinadores desta vez para Nível I, que será dado pelos também professores por Edinilton Vasconcelos e Caetano Rocha. 

E, de 1º a 8 de fevereiro, Xanxerê, em Santa Catarina, vai sediar o Curso Nacional para Treinadores Nível II com os professores Ariovaldo Rabello e Leonardo Carvalho. O curso será para pessoas formadas em Educação Física ou treinadores que já tenham feito o Nível I.

Segundo o gerente da Comissão Nacional de Treinadores (CONAT), Carlos Rios, o trabalho realizado nos cursos de treinadores pelo país é de grande importância, especialmente na padronização da formação dos profissionais de voleibol.

“Esses cursos são gradativos e o voleibol saiu na frente neste sentido por entender a necessidade dessa especificação na formação do treinador e face também as nossas dimensões geográficas. O que há de novidade técnica, mesmo com os nossos recursos tecnológicos, ficava um pouco limitado aos locais onde o voleibol tem grande performance. Havia uma carência de informação, de levar o conhecimento atualizado a outras regiões do país”, destacou Carlos Rios.

Atento a isso, o gerente da CBV, sempre em parceria com as federações, vem implementando cada vez mais os cursos por diversos estados do país. As federações locais organizam toda a estrutura e fazem o evento acontecer para qualificar cada vez mais os treinadores de sua região.

“O conhecimento, que ficava um pouco voltado aos técnicos que integravam as comissões técnicas das seleções, hoje está sendo levado para todos os profissionais interessados. Com o tempo teremos uma padronização na formação dos treinadores de acordo com o que há de mais atual no voleibol mundial”, concluiu Carlos Rios.

Informações e contatos com as federações podem ser feitos no link http://institucional.cbv.com.br/conat-cursos. 

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro
 

MAIS NOTÍCIAS


Parceiros Oficiais